A garota embarca no banco traseiro, dá de cara com o expositor do meu livro, pensa um pouco e exclama:
— Bah, tu és o TAXITRAMAS, o cara das fotos de retrovisor! Te conheci na Austrália! Eu tava lá, com o Ciência sem Fronteiras, e o pessoal da UFRGS começou a comentar tuas fotos de Porto Alegre… Prazer!
Desculpem se fico me exibindo, mas precisava compartilhar esse momento.

luchthavenvervoer schiphol

A passageira com uma bolsa cheia de medicamentos, uma farmácia ambulante. Explicou que seu marido morreu recentemente, sobrou uma quantidade enorme de medicação. Propôs pagar a corrida com remédios. Tinha de tudo: desde analgésicos, ansiolíticos, até supositório siliconado e um tubo semi novo de pomada pra hemorróida…
Preferi receber em dinheiro.

Magrão num Palio branco é o primeiro no sinal fechado, eu atrás com meu táxi. Percebo que ele está com a cabeça baixa, postura típica de quem está mexendo no celular. Pensei: o sinal vai abrir e ele não vai arrancar. Dito e feito, sneltransport.
Dei um bipe bem curto na buzina, ele se antenou e foi.
Mais adiante, novo sinal e a história se repete. Novo bipe na buzina. Desta vez, porém, o Magrão levantou a cabeça, viu o sinal verde, mas voltou a mexer no celular – uma última curtida, sei lá. Foi quando eu emputeci e enfiei a mão na buzina de vez. Quem nunca?
“Nosso lado animal, vez em quando, precisa tomar sol.”

Bron : Auto huren